Comandante do Instituto Universitário Militar

O Tenente-General José Augusto de Barros Ferreira nasceu em 29 de outubro de 1962 em Lisboa. Ingressou na Força Aérea em setembro de 1980, tendo sido brevetado como piloto-aviador em outubro de 1986, após concluir a licenciatura em Ciências Militares Aeronaúticas na Academia da Força Aérea e o respectivo tirocínio na Base Aérea Nº1 em Sintra.

Em outubro de 1986, frequentou o Curso Complementar de Pilotagem em Aviões de Caça/Reacção em T-33, na Base Aérea nº 5.

Posteriormente, em 1987 frequentou do Curso de Multimotores, na Base Aérea N.º 3, em Tancos, na Esquadra 111. Obtida a qualificação na aeronave Aviocar C-212, em novembro do mesmo ano foi colocado na Base Aérea N.º 4, nas Lajes, na Esquadra 503.

Em setembro de 1990 foi colocado na Base Aérea nº 1, em Sintra, na Esquadra 401. Em 1991 frequentou na Força Aérea dos Estados Unidos o Flight Safety Management Course e o Jet Engine Mishap Investigation Course.  Após a frequência do referido curso foi nomeado Oficial de Segurança de Voo da unidade e Chefe do Gabinete de Gabinete de Prevenção de Acidentes da Base Aérea nº 1.

Em novembro de 1993 foi colocado na Base Aérea Nº 6, no Montijo, na Esquadra 601. Foi qualificado piloto comandante e instrutor na aeronave P-3P e desempenhou as funções de Oficial de Operações e Comandante da Esquadra 601. Ainda na BA6 desempenhou as funções de Oficial de Segurança de voo da unidade, Chefe do Gabinete de Prevenção de Acidentes, Comandante do Grupo Operacional 61 e 2º Comandante da Unidade. 

Em 2004 foi colocado no então designado, Comando Operacional da Força Aérea, nas funções de Chefe da Repartição de Operações e Exercícios.

Entre 2006 e 2009 prestou serviço como oficial de Estado-Maior, no Quartel General da NATO, em Bruxelas, no International Military Staff – Plans and Policy Division.

Após terminar a comissão de serviço na NATO, em outubro de 2009 foi nomeado Comandante da Base Aérea nº 11, tendo exercido este cargo até outubro de 2011.

Em Novembro de 2011, foi colocado na Inspeção Geral da Força Aérea onde exerceu as funções de Chefe do Gabinete de Prevenção de Acidentes.

            Após a frequência do curso de Promoção a Oficiais Generais, no ano letivo 2012/13, foi colocado no Estado-Maior da Força Aérea como Chefe da Divisão de Operações, cargo que exerceu durante 2 anos.

Foi promovido ao posto de Brigadeiro-General em julho 2015, tendo sido colocado no Comando Aéreo como Diretor de Operações Aéreas.

Após a promoção a Major-General, em setembro de 2016, foi nomeado Subchefe do Estado-Maior da Força Aérea e por inerência de funções, Chefe do Gabinete da Autoridade Aeronáutica Nacional. Em ambas as funções representou a Força Aérea e a Autoridade Aeronáutica Nacional em diversos fóruns internacionais no âmbito da NATO e da União Europeia, citando-se entre outros, o Air Missile Defence Committe, o Air Command and Control Steering Committee, e ainda na Agência Europeia de Defesa, o Single European Skies Military Aviation Board.     

Ao longo da sua carreira, frequentou diversos cursos designadamente, o Curso de Táctica e Operações Navais, o Curso de Comando e Chefia em Estados-Maiores, o NATO Staff Planing Course, e o Curso de Defesa Nacional no Instituto de Defesa Nacional.

O Tenente-General José Ferreira realizou 5000 horas de voo em diversos tipos de aeronaves, tendo ao longo da sua carreira participado em diversas operações no âmbito da NATO.

Foi promovido ao atual posto em maio de 2019, tendo exercido até ao presente as funções de Comandante do Pessoal da Força Aérea.