Coleção Ares N.º 17 - As Forças Armadas Portuguesas: da Guerra do Ultramar à atualidade – evolução e impactos

Editorial

A presente publicação, N.º 17 da Coleção “ARES” – “As Forças Armadas portuguesas: da Guerra do Ultramar à atualidade - evolução e impactos”, da autoria do Coronel Tirocinado de Infantaria João Pedro Rato Boga de Oliveira Ribeiro” – resulta de uma investigação realizada durante o Curso de Promoção a Oficial General, cuja versão foi posteriormente revista e aumentada.

[...]

O conteúdo desta obra, de onde sobressai o esforço de sistematização, os resultados obtidos e a evidente necessidade de avaliação das transformações na defesa – associadas à proposta do próprio autor da continuidade deste exercício, seja através da aplicação deste ou de outro modelo de avaliação de reformas, seja também pelas sugestões de áreas específicas a elas associadas que carecem de maior estudo e investigação –, são motivos que se consideram suficientes para a recomendação da sua leitura atenta e não exclusiva de audiências militares, uma vez que se constitui como um alerta fundamental para a consolidação dos benefícios que resultam do processo de mudança, e para as consequências e efeitos contrários que podem produzir.

Lisboa, em 19 de junho de 2017

Vice-almirante Edgar Marcos de Bastos Ribeiro
Comandante do IUM

Artigos

As Forças Armadas Portuguesas: da Guerra do Ultramar à atualidade – evolução e impactos.

Resumo

[...]
Nos últimos quarenta anos, o mundo passou sequencialmente da Guerra Fria para a perceção do “fim da história” (Fukuyama, 1992), ao que se seguiu a desfragmentação de antigos Estados e a multiplicação de conflitos na Europa, o flagelo do terrorismo transnacional, a intensificação do “arco de instabilidade” (Ramalho, 2013), e o ressurgimento de antigas ameaças, como nos recorda o recente caso do conflito ucraniano.
[...]
A investigação produzida suscitou um volume de informação que não foi possível incorporar no trabalho de investigação inicial, total ou parcialmente, cujo esforço é agora possível, optando-se, contudo, por não prosseguir a investigação em termos de temporalidade, preservando assim o seu cariz académico e a originalidade da sua intenção, promovendo a reflexão retrospetiva do processo de transformação das FFAA e dos seus impactos, na esperança de que possam constituir uma base de ponderação para a evolução da Instituição e do seu papel no todo nacional.

Palavras-chave

Forças Armadas Portuguesas; Transformação; Evolução.

Autor(es) (*)

Avatar João Pedro Rato Boga de Oliveira Ribeiro
 317 | 76

(*) NOTA: A ordem alfabética de apresentação dos autores pode não corresponder à ordem formal que se encontra no artigo.