SEMINÁRIO "A REFORMA DO ESTADO E INOVAÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, FORÇAS ARMADAS E GNR"

Decorreu no Instituto Universitário Militar (IUM), no dia 28 de janeiro de 2019, no Anfiteatro Ivens Ferraz, o Seminário, organizado pela Área de Ensino de Comportamento Humano e Administração de Recursos (AECHAR), subordinado ao tema "A Reforma do Estado e Inovação na Administração Pública, Forças Armadas e GNR".

Presidido pelo Comandante do IUM, Vice-Almirante Edgar de Bastos Ribeiro, o seminário teve como principal objetivo abordar perspetivas sobre uma Administração Pública eficiente que permitam o desenvolvimento económico e social num ambiente global altamente competitivo e que as Forças Armadas e Guarda Nacional Republicana devem acompanhar, procurando estabelecer boas práticas de gestão, impulsionando ganhos de eficiência. Para tal, o seminário constituiu-se por dois painéis em áreas consideradas cruciais de atuação no âmbito da inovação dos processos administrativos e da gestão organizacional: A reforma administrativa do Estado e a Inovação administrativa nas Forças Armadas e GNR.
O primeiro painel moderado pelo Capitão-de-mar-e-guerra Ramalho Marreiros, Coordenador da AECHAR, e tendo como oradores o Professor Doutor João Abreu Bilhim, a Professora Doutora Elisabete Carvalho e o Dr. João Ribeiro, Secretário-Geral do Ministério da Defesa Nacional (MDN). Foi abordada a evolução da Administração Pública, os seus distintos modelos e perspetivaram-se cenários relacionados com a inovação administrativa do Estado, em geral e do MDN, em particular. No segundo painel, moderado pelo Coronel Tirocinado João Magalhães, e que contou com a representação dos Ramos e GNR, debateram-se a inovação na administração e processos de gestão, permitindo uma aprendizagem conjunta identificando possíveis sinergias.
Nos períodos de debate, que se seguiram aos paineis, ficou bem expressa a necessidade das Forças Armadas e GNR acompanharem os tempos de mudança e perspetivarem processos que conduzam a uma maior eficiência acompanhando uma Administração Pública mais orientada para o cidadão.
Os trabalhos terminaram no dia seguinte com uma discussão complementar conduzida pelos auditores do Curso de Estado-Maior Conjunto (CEMC), a quem o evento se dirigia primariamente.
O seminário, muito apreciado por todos os participantes, atingiu na plenitude os objetivos a que se propôs.

Visit lbetting.co.uk how to sing-up at ladbrokes