Seminário “O Estudo da Zona de Operações Terrestre de Portugal: imperativos e desafios à Segurança e Defesa Nacional”

Em 18 de dezembro de 2019, realizou-se o Seminário “O Estudo da Zona de Operações Terrestre de Portugal: imperativos e desafios à Segurança e Defesa Nacional”, no Auditório Almirante Gago Coutinho do Instituto Universitário Militar (IUM). Este seminário está enquadrado no Projeto de Investigação “Atualização do Estudo da Zona de Operações Terrestre de Portugal”, a decorrer no Centro de Investigação e Desenvolvimento do IUM.

O presente seminário iniciou-se com uma breve introdução à temática em discussão, por parte do Exmo. Tenente-General Rafael Martins, Comandante do IUM, tendo sido estruturado em dois painéis distintos. O primeiro painel, intitulado “O Território Nacional como teatro de Operações ao longo da História”, foi moderado pelo Exmo. CMG Gonçalves Alexandre, contando com as intervenções do Exmo. Coronel Tirocinado Lemos Pires, do Exmo. Tenente-Coronel Dias Afonso e do Exmo. CMG Sardinha Monteiro. O segundo painel, com o título “O emprego atual e futuro de forças militares em Território Nacional”, teve a moderação do Exmo. Coronel Tirocinado Pardal dos Santos, contando com as comunicações do Exmo. Coronel Nunes Vicente, do Exmo. Tenente-Coronel Duarte da Graça, da Guarda Nacional Republicana, e do Engenheiro Carlos Mendes, da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil. No final, após um breve período de debate, o Coordenador do Projeto, o Major Nuno Calhaço, efetuou a apresentação das linhas de investigação principais previstas para o referido projeto.
É de destacar que o presente seminário, contou com a presença de algumas ilustres entidades, particularmente alguns dos oficiais que estiveram na génese da elaboração do estudo “Elementos para a Defesa da Zona de Operações Terrestre de Portugal”, no ano de 1982, nomeadamente SExa. o General Martins Barrento e o Exmo. Coronel Tirocinado Raúl Folques.

Visit lbetting.co.uk how to sing-up at ladbrokes