DEPARTAMENTO POLITÉCNICO DA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA

A

Chefe do Departamento Politécnico da Guarda Nacional Republicana
Coronel de infantaria António Alberto da Silva Dias

A

António Alberto da Silva Dias, nascido a 08 de setembro de 1965, natural e residente na vila de Canas de Senhorim, concelho de Nelas, distrito de Viseu, casado, dois filhos, licenciado em Ciências Sociais – Sociologia e em Ciências Sociais – Psicologia, iniciou a sua carreira militar em 18 de agosto de 1986 no Centro de Instrução de Operações Especiais (CIOE), sito em Lamego, tendo desempenhado, ao longo de 34 (trinta e quatro) anos de serviço efetivo, as seguintes funções:

  1. No CIOE, entre agosto de 1986 e após o término do Curso de Operações Especiais (COE), foi nomeado Comandante de Pelotão para ministrar o COE a Praças, findo o qual foi nomeado comandante de pelotão operacional do Batalhão de Operações Especiais.

No período de fevereiro de 1988 a setembro de 1990, no Regimento de Infantaria nº 14, em Viseu, no posto de Alferes, desempenhou as funções de adjunto do Comandante da Companhia de Apoio de Combate, adjunto do Comandante da 1.ª Companhia de atiradores e as de Comandante da 2ª Companhia de Instrução do Batalhão de Instrução.

  1. Ingressou na Guarda Nacional Republicana em 24 de setembro de 1990 e até 22 de setembro de 1992 frequentou o Curso de Formação de Oficiais (CFO). Após o término do CFO e até 31 de outubro de 1997, esteve colocado no Batalhão Operacional (Corpo de Intervenção) como Comandante de Pelotão Operacional.
    • Após a promoção ao posto de Capitão, desempenhou as seguintes funções:
      • 01/11/1997 a 23/10/1998 – Comandante do Destacamento Territorial de Oliveira de Azeméis, no distrito de Aveiro;
      • 24/10/1998 a 11/11/1999 – Comandante do Destacamento Territorial de Moimenta da Beira, no distrito de Viseu;
      • 12/11/1999 a 25/11/2001 – Comandante do Destacamento Territorial de Mangualde, no distrito de Viseu;
      • 26/11/2001 a 09/12/2005 – Comandante do Destacamento Territorial de Santa Comba Dão, no distrito de Viseu;
    • No posto de Major, desde 10 de dezembro de 2005, com antiguidade reportada a 22 de julho de 2003, foi colocado no Comando do Grupo Territorial de Viseu, onde passou a desempenhar as funções de Chefe da Secção de Investigação Criminal, que coordenava toda a atividade de investigação do distrito e, depois, em acumulação, entre maio de 2006 e janeiro de 2009, com as de Coordenador Distrital do Sistema de Prevenção e Vigilância da Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais (meios das Câmaras Municipais, Bombeiros Voluntários, Associações, Exército, GNR, ICNF, etc) no distrito de Viseu.

Em janeiro de 2009 foi colocado no Comando Territorial da Guarda, para o desempenho de funções de Chefe da Secção de Recursos Humanos e Justiça, funções que continuou a desempenhar no Comando Territorial de Viseu, para onde foi transferido em setembro de 2009, até abril de 2012. Foi promovido ao posto de Tenente-coronel em dezembro de 2010.

    • Em abril de 2012 foi, novamente, colocado no Comando Territorial da Guarda como 2º Comandante distrital, até 30 de setembro de 2014. Em 01 de outubro é colocado no Comando Territorial de Viseu para o desempenho de funções de Chefe da Secção de Recursos Humanos e Justiça.

A partir de 01 de maio de 2018 passa a desempenhar as funções de 2º Comandante distrital, em cumulação com as de Chefe da Secção de Operações, Informações e Relações Públicas, bem como com a Secção de Justiça.

    • Promovido a Coronel, em 01 de outubro de 2019, reportado a 01 de maio de 2018, foi colocado na Escola da Guarda para o desempenho de funções de Diretor de Formação e, a partir de dezembro de 2019, em acumulação com as de Chefe do Departamento Politécnico da GNR, na Unidade Politécnica Militar, inserida no Instituto Universitário Militar.
  1. Ao longo da sua carreira militar possui as seguintes formações profissionais, por ordem decrescente temporalmente:
    • Curso de Gestão de Crises e Emergências;
    • Curso de Comandante Distrital da Proteção Civil da ANPC;
    • Curso de Promoção a Oficial Superior;
    • Curso de Instrutor de Tiro;
    • Curso Elementar de Proteção Civil;
    • Curso de Trânsito;
    • Curso de Técnicas de Entrevista e Interrogatório, em Investigação Criminal;
    • Curso de Métodos de Instrução;
    • Curso de Promoção a Capitão;
    • Curso em Técnicas de Investigação Criminal;
    • Curso de Manutenção de Ordem Pública;
    • Curso de Formação de Oficiais da GNR;
    • Curso de Operações Especiais;
  1. Participou em diversos seminários nacionais e internacionais, alguns dos quais como orador/preletor, entre muitos outros, sobre:
    • “Segurança Rodoviária – Situação Atual e Perspetivas Futuras”;
    • ”Violência doméstica – Fenómeno Social”;
    • “Reforma Penal e Processual Penal”;
    • “Violência Doméstica – Realidades, Inquietações …”;
    • “Gestão de Conflitos nas Forças de Segurança”;
    • “Do Socorro ao Tribunal … Um Pequeno Passo!”;
    • “O conhecimento da nota do euro e das suas contrafações”;
    • “Relações Humanas nas Forças de Segurança”;
    • “Jovens em Risco: mais e melhor informação sobre a NET”;
    • “Comportamentos e Fatores de Risco em Espaços de Diversão Noturna”;
    • “Abraçar a Sensibilização”;
    • “Violência Doméstica”;
    • “A Defesa da Floresta”;
    • “Prevenção de Incêndios Florestais”;
    • “Contrafação e Pirataria no Contexto das Ameaças à Segurança”;
    • “Victims of Terrorism: The Psychosocial Response of The Security Forces”;
    • “Violência Doméstica – Formas de Violência e Estratégias de Intervenção”;
    • “International Disaster, Crisis And Emergency Management”;


Instalações do Departamento Politécnico da GNR

A

As especificidades operacionais e funcionais militares, assim como as necessidades e caraterísticas próprias da formação em contexto de trabalho, os Cursos de Formação de Sargentos são ministrados nos departamentos politécnicos da UPM e, através destes, nas unidades, estabelecimentos ou órgãos dos ramos das Forças Armadas e da GNR.

A formação ministrada pelo Departamento Politécnico da GNR é assegurada através da escola da Guarda e respetivo centro de formação da Figueira da Foz, com as adaptações necessárias às exigências do ensino superior, nomeadamente:

A

Escola Guarda, sita na Rotunda da Escola Prática, Queluz.

A

Centro de Formação da Figueira da Foz,  sito na Avenida Dr. Francisco Lopes Guimarães, Figueira da Foz.

CURSOS LECIONADOS NO DEPARTAMENTO POLITÉCNICO DA GNR DA UPM:

  • Curso de Formação de Sargentos de Administração Militar / Técnico Superior Profissional em Tecnologias Militares de Segurança – Administração (registado e criado pelo Despacho n.º 5660/2020)
  • Curso de Formação de Sargentos das Armas / Técnico Superior Profissional em Tecnologias Militares de Segurança – Armas (registado e criado pelo Despacho n.º 4839/2020)